Toughpad nas Forças Armadas


Os computadores móveis utilizados pelo governo e setor militar necessitam alcançar níveis de segurança que são simplesmente inviáveis para os tablets comuns.

Pensando nisso, a Panasonic criou uma linha desenvolvida para tablets, que combinam segurança incorporado ao nível do hardware, além de oferecer tecnologias como encriptação de dados e suporte VNP, que aumentam a dificuldade de acesso por meio ilícitos, protegendo o root, que o coração do computador.

Como exemplo, podemos usar o Toughpad FZ-A1, que conta com o certificado FIPS 140-2 especialmente para o uso do Governo Federal, além de compatibilidade com outros dispositivos de gerenciamento, trazendo mais segurança para evitar uso desautorizado e outros recursos avançados.

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: ,
Postado em: Governo Federal

O que é a certificação MIL ?


 

Ao analisar os aparelhos robustecidos da Panasonic, você sempre encontrará alguma certificação MIL entre os benefícios ao adquirir a máquina. Mas você sabe o significado desse termo?

“MIL-STD”, “MIL-SPEC”, “MilSpecs” (como são chamados de forma informal) é um padrão adotado pelos Estados Unidos, mais especificamente pelo seu Departamento de Defesa, para garantir que os produtos utilizados por eles possuam certos parâmetros, como  confiabilidade, Custo Total de Propriedade, compatibilidade com sistemas de logísticas etc.

Essas e outras características são exigidas para  garantir o pleno funcionamento do eletrônico mesmo em condições extremas, fazendo com que o uso de equipamentos com esse selo também sejam usados por outras áreas que precisem de soluções tecnológicas de alto desempenho e grande resistência.

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags:
Postado em: Sem categoria

ROI e TCO: o que considerar


Se você tem uma empresa ou mesmo deseja comprar um computador pessoal para levar aonde desejar, é importante procurar aparelhos que possuam um baixo Custo Total de Propriedade e um elevado ROI.

 Por quê, você pode se perguntar?

Um elemento importante dessas duas medidas é a taxa de falhas que o objeto, no caso, um eletrônico, deve ser a mais baixa possível. O tempo de garantia também é outro fator a ser considerado, tanto o de fábrica como a opção de estender o plano.

É importante procurar aparelhos que ofereçam uma garantia que esteja de acordo com o ciclo de desenvolvimento do aparelho até o momento em que a máquina já tenha se pagado. Três anos é um bom tempo para se considerar, apesar de que muitos clientes da

Panasonic mantêm nossas soluções por mais de cinco anos, o que diminui o TCO e aumenta o ROI.

Vida útil da bateria, soluções móveis e integradas de banda larga, HD resistentes a quedas e teclados que não sofram ao contato de pequenas quantidades de líquidos são alguns outros fatores que precisam ser levados em consideração, além dos custos de manutenção, durabilidade, conectividade e vida da bateria.

Companhias que avaliam aparelhos móveis precisam olhar de forma clara o preço de custo e todas as outras pequenas despesas ao redor dele que são imprescindíveis para seu funcionamento.  Assim seus empregados que lidam com essa tecnologia estarão mais felizes e produtivos e seu departamento de TI terá uma vida mais fácil, vendo logo a diferença.

E como os Toughbooks podem te ajudar?

Os notebooks robustecidos da Panasonic são dotados da confiança do mercado, baixíssimas taxas de falhas, pioneirismo em soluções wireless, longa vida de bateria,  garantia padrão de 3 anos e opções atrativas de financiamento são boas soluções para companhias que encaram com seriedade tanto o TCO como ROI.

Consiga mais!

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: , ,
Postado em: Testes de resistência

Por dentro dos novos Toughpads


Durante a CES, a maior feira de eletrônicos do mundo, a Panasonic apresentou dois novos modelos de tablets que irão se juntar ao time Toughpad, que se destacam dos outros modelos da marca devido a sua resistência a quedas, tombos, e líquidos.

No post anterior já fizemos uma introdução sobre os eletrônicos, então agora iremos falar sobre cada um de maneira aprofundada, começando pelo:

ToughPad JT-B1

Olhando atentamente, ele até que lembra o modelo pioneiro da linha, o A1, não acham? Essa semelhança tem um motivo: esse é uma versão menor (com 7 polegadas), desenvolvida a partir das sugestões dos clientes e parceiros Toughbook, que desejavam uma máquina igualmente potente,  porém ainda mais compacta que o original.

Ele continua a operar utilizando o sistema Android (versão 4.0), com 16 GB de memória ROM, 1 GB de memória RAM, bateria com 8 horas de duração e o processador TI OMAP4460 1.5GHz Dual core.

Em termos de robustez, o JT-B1 vem com o certificado MIL-STD-810G,  suporta quedas de até 1,52m, IP65,  e temperaturas extremas, que podem ir de -10°C até 50°C  (média de temperatura operacional)

ToughPad FZ-G1

Ele traz mais aprimoramentos do que o seu parceiro de estreia: com uma tela de 10 polegadas, o novo modelo conta com processador Intel Core i5 3ª geração e até o momento é o único da linha que possui o Windows 8 Pro como sistema operacional.

O tablet, que pesa 1,1 kg, vem equipado  com uma bateria de até 8 horas de duração, memória 128-256GB SSD e 4-8GB RAM, além dos itens de resistência que o fazem com que ele consiga aguentar quedas de até 1,22 e diferenças bruscas de temperatura, além de também possuir o certificado MIL-STD-810G e IP65.

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: ,
Postado em: Toughpad

Conheça os novos tablets da linha Toughpad


Modelo FZ-G1

Além da conhecida linha de notebooks robustecidos, que fez da Panasonic Toughbook a líder mundial na indústria, desde o final de 2011 a empresa conta com uma linha de tablets resistentes, feitas para combinar a mobilidade do mercado de trabalho com a durabilidade necessária para um eletrônico que atua em ambientes externos.

E agora acabam de chegar novos modelos que irão fazer parte da família Toughbook: o Toughpad FZ-G1, com 10 polegadas e sistema Windows ® 8 Pro-based, o Toughpad JT-B1, de 7 polegadas. Ambos foram apresentados na CES, a maior feira de eletrônicos do mundo, e  contam  com sistema Android para oferecer mais opções no mercado e investir em expansão dos negócios.

Os tablets Toughpad são projetados para profissionais submetidos a missões críticas, em áreas como grandes construções, óleo e gás, segurança e defesa, serviços públicos, automotiva, manutenção, logística, entre outros.

Os modelos são ideais para uma série de cenários de utilização, incluindo controle de estoque, formulários eletrônicos, vendas de campo, serviço de campo, registros médicos eletrônicos, inspeções, pontos de venda móveis e etc.

“Nossos clientes sabem que podem contar com nossos produtos para oferecer desempenho e retorno sobre o investimento. A Panasonic, por meio de sua marca Toughbook, detém cerca de 80% de participação de mercado de equipamento robusto móvel.”, declara Rance M. Poehler, presidente de comunicação da Panasonic para a América do Norte.

Acreditamos que a nossa visão de engenharia, conhecimento neste mercado e reputação de confiabilidade, apoiado por nosso serviço de abrangência mundial, irá resultar na família Toughpad sendo a melhor solução para o mercado B2B de tablets nos próximos anos”, finaliza.

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags:
Postado em: Novidades Toughbook

Expedição testa os limites do homem e das máquinas


No mês passado, o britânico Ranulph Fiennes iniciou um dos maiores desafios humanos na Terra, uma expedição de 2.000 milhas pela Antártica nas profundezas duras do seu inverno polar.

A “The Coldest Journey” ou “A Jornada mais fria” começou no dia 6 de dezembro e está composta por um time de especialistas polares que tem como objetivo coletar dados científicos sobre os efeitos das mudanças climáticas e formar uma base de dados para um programa educacional que será acessível a mais de 43 mil escolas no Reino Unido e ainda 57 mil em diversas nações da Commonwealth, organização composta por 54 países que possuem um quadro de valores e objetivos comuns (http://pt.wikipedia.org/wiki/Commonwealth).

A jornada também quer arrecadar US$10 milhões em fundos de caridade para o projeto “Seeing is Believing” (http://seeingisbelieving.org.uk/) , iniciativa global projetada para ajudar a combater a cegueira evitável.

Fiennes e o co-líder da expedição, Anton Bowing passaram mais de cinco anos recrutando, planejando, organizando e treinando a equipe para essa viagem. Todos os membros são veteranos em trabalho em regiões polares, incluindo dois mecânicos e um médico. Antes da partida, eles se dedicaram tempo e recursos para aprender sobre primeiros socorros e resgate em fendas. Também fez parte do treinamento usar radares de penetração no solo, a fim de detectar fendas, e testes de equipamentos em câmaras frias e de campo treinados no inverno no norte da Suécia.

Além disso, a expedição vai oferecer a oportunidade sem precedentes para criar envolvente, conteúdo em tempo real educativo para escolas e serve para inspirar uma geração de crianças em idade escolar. Os alunos participantes serão capazes de identificar a posição atual da equipe e navio de expedição através de um mapa interativo.

A Panasonic foi escolhida como o parceiro de tecnologia por fornecer exclusivamente câmeras profissionais de gravação, computadores portáteis Toughbook e filmadoras de qualidade de transmissão e ajuste de equipamentos de imagem digital. Durante o exercício de campo e treinamento de Câmara Fria, na Suécia, produtos profissionais da Panasonic foram submetidos a testes mais difíceis. A AG-HPX250 P2 HD câmera filmou de forma impecável por 45 minutos a uma temperatura de -22° C. Os computadores portáteis Toughbook, capazes de aguentar temperaturas extremas como -15°C, serão utilizados pela equipe para facilitar experiências científicas.

A expedição é projetada para durar um ano com fatores ambientais que variam de temperaturas tão baixas quanto -53°C e 24 horas de escuridão.

Você pode acompanhar as atividades da equipe de gelo através de seu blog www.thecoldestjourney.org.

Fonte Panasonic Solutions for Business blog 

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: ,
Postado em: Histórias Toughbook

Testes de temperatura


 

Para garantir que os computadores robustecidos da Panasonic são capazes de lidar com mudanças agressivas de temperatura, a empresa faz com que todos os modelos da marca passem por uma bateria de testes de acordo com seu nível de robustez.

Os testes de Alta e Baixa Temperatura são conduzidos de acordo com o selo MIL-STD-810G e os métodos 501.5 e 502.5, que lidam com o armazenamento e operação da máquina.

Para o teste de Alta Temperatura,  Panasonic utiliza a marca de 60º C para quando o computador está em operação e 71ºC para os casos de armazenamento. Para o teste de Baixa Temperatura, o eletrônico é posto em operação a um ambiente de -29°C e -51ºC para os testes em que ele está em armazenamento.

Para serem considerados aprovados em ambos os testes, os computadores móveis da Panasonic precisam continuar funcionando durante o teste operacional, serem inicializados e continuarem a funcionar mesmo durante os testes não operacionais

O Teste de Choque Térmico é realizado de acordo com o MIL-STD-810G, Método 503.5, Procedimento I. A Panasonic determina a temperatura alta durante a não operação em cerca de 93°C e a baixa temperatura em cerca de -51ºCe são realizados três ciclos de mudança de temperatura, sempre do grau mais alto para o mais baixo.

Para ser aprovado, o aparelho robustecido precisa continuar inicializando e funcionando enquanto é exposto ao choque término de 93ºC para -51ºC.

Conclusão: não conhecemos nenhuma frase que defina melhor a excelência dos procedimentos de teste do que a desenvolvida por um dos analistas que conferiram a realização de cada etapa:

“É correto dizer que em situações de temperatura extrema, o usuário irá falhar antes dos notebooks Toughbook”.

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: , ,
Postado em: Testes de resistência

Quão resistente é o seu notebook?


Um aparelho resistente a quedas, tropeços, choques e batidas. Para a grande maioria da população essa ideia é tão extraordinária que muitos não conseguem nem começar a imaginar uma máquina dessas.

Pensando nisso, a Panasonic Tougbook, em parceria com a DataSource Mobility, especializada em soluções de tecnologia,  criou o vídeo abaixo para dar uma “amostra” do verdadeiro significado de uma máquina robustecida.

Assista!

 

Tradução do texto inicial:

“Numa galáxia muito, muito distante, o custo inicial era o único fator levado em consideração: qualidade, durabilidade, confiabilidade e sistema adaptável eram irrelevantes quando se calculava o Custo Total de Propriedade.

Mas isso isso acontecia em uma galáxia muito, muito distante.

Se você vive no planeta Terra precisa fazer a si mesmo a seguinte pergunta:

Quão resistente ele é?”

Did you like this? Share it:

Sem comentários »

Tags: ,
Postado em: Vídeos

|